Maceió gasta R$ 150 mil em reposição de cabos furtados este ano
28/04/2022 10:31 em MACEIÓ ALAGOAS

A Prefeitura de Maceió já gastou, nos primeiros meses deste ano, R$ 150 mil para repor cabos de eletricidade furtados. O investimento na recuperação da rede elétrica danificada de forma criminosa já representa metade do que foi gasto por causa da mesma prática em todo o ano de 2021, quanto foram gastos, aproximadamente, R$ 300 mil para reativar a iluminação nesses locais.A Superintendência Municipal de Energia e Iluminação Pública (Sima) informa que o prejuízo ao erário é alto e impacta o investimento na expansão dos serviços .

“Existe o prejuízo aos cofres públicos, mas o dano dessa prática criminosa é ainda maior para a população, que tem a segurança e o lazer comprometidos com a falta de iluminação”, comenta o superintendente João Folha. Ele alerta para o risco de exposição da população que circula pelas áreas onde os furtos são recorrentes à descarga elétrica pelo contato com fiação descoberta.

“Outra questão importante é que essa prática coloca a vida de muitos cidadãos em risco. Todo o nosso cabeamento é subterrâneo, instalado em distância segura, mas quando criminosos roubam esses cabos, eles também mexem na estrutura, deixem de qualquer jeito e é possível que os postes roubados fiquem passando corrente, por exemplo”, alerta o gestor.O superintendente comenta que praças do Centro e a orla de Jacarecica têm sido alvo frequente da supressão criminosa. Reformada recentemente, a Praça dos Palmares já teve a fiação levada, assim como a Praça Montepio e o Parque Gonçalves Lêdo, na região central de Maceió. O prejuízo estimado com o último furto em Jacarecica, registrado no mês passado, é de R$ 48 mil.Em determinadas praças, informa a Sima, o prejuízo causado para refazer as redes danificadas pelo furto de cabos fica em torno de R$ 30 mil.

Além de deixar as localidades às escuras, comprometendo a segurança da população, a reposição do material retarda a expansão do sistema.

“O furto de cabos é hoje um grande inimigo da iluminação pública. É algo que atrasa o avanço dos nossos serviços, visto que muitas vezes os recursos que poderiam ser investidos em novas áreas são utilizados para recuperar a rede de espaços furtados. Fazemos um apelo para que a população nos ajude a manter nossa cidade mais iluminada, denunciando essa prática pelo Disque Luz, no 0800 779 2000, ou à polícia”, orienta o superintendente.

COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE