“Resultado deve vir por meio da produção”, diz Renan Filho
10/03/2016 22:01 em Política

Foto: Assessoria

Governador destaca o ineditismo de contratar com recursos próprios

Governador destaca o ineditismo de contratar com recursos próprios

Para marcar o início de uma nova fase na agricultura alagoana, o governador Renan Filho assinou, na tarde desta quarta-feira (9), o termo de outorga para contratação de 97 bolsistas que irão atuar pelo Instituto de Inovação para o Desenvolvimento Rural de Alagoas (Emater- AL), com o apoio da Fundação de Amparo à Pesquisa do Estado de Alagoas (Fapeal).

A atuação dos novos contratados vai atender a todas as regiões do Estado. Vale salientar o ineditismo da ação de contratar os bolsistas com recursos próprios. “É a primeira vez, na história de Alagoas, que acontece contratação sem dinheiro de empréstimos”, ressaltou Renan Filho.

O chefe do Executivo salientou que para Emater se fortalecer é necessário elevar a produtividade. “O resultado tem que vir por meio da produção. Dar condições ao produtor para produzir, escoar e vender, gerando renda para os agricultores familiares. Porque, sem os técnicos e implementos agrícolas, terra, suor, não há produção. Mas sem a produção não adianta ter as outras coisas. É isso que Alagoas precisa. Desde o início do governo falei que não admitia que nosso Estado não tivesse assistência técnica”, explicou o governador.

Os novos bolsistas irão trabalhar em um contrato de 12 meses, com salários entre R$ 1 mil e R$ 4 mil. As áreas de atuação para a concessão de Bolsas de Extensão Tecnológica e de Apoio à Pesquisa são para medicina veterinária, engenharia agrônoma, análise de sistemas, assistência social, zootecnia e técnicos em agropecuária e agrícola.

Além do trabalho com desenvolvimento das estratégias do Instituto, eles vão prestar assistência técnica e extensão rural nos programas, convênios e chamadas públicas, onde a Emater opera.

COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE