Policiais civis decidirão sobre indicativo de greve nesta segunda
14/03/2016 11:47 em MACEIÓ ALAGOAS

Imagem Ilustrativa

Imagem Ilustrativa

Os policiais civis de Alagoas vão decidir sobre o indicativo de greve na assembleia geral da categoria que será realizada pelo Sindicato dos Policiais Civis, nesta segunda-feira (14), às 13 horas, no auditório dos Urbanitários. Na assembleia geral, a categoria também definirá sobre o calendário de mobilização com realização de atos públicos.

O Sindicato dos Policiais Civis de Alagoas (Sindpol) procurou várias vezes sem sucesso a Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) para retomar a negociação pelo cumprimento da pauta de reivindicações, que contém 23 itens, em destaque, o piso salarial de 60% da remuneração dos delegados de polícia, a revisão do Plano de Cargos Carreiras e Subsídios (PCCS) - Lei Estadual 7.602/2014, o pagamento do risco de vida, a implantação de todas as progressões e o pagamento retroativo do direito.

Apesar da mobilização da categoria, este ano, não houve nenhuma negociação do Governo do Estado com o Sindpol sobre a pauta de reivindicações. O Sindicato já se reuniu, com o Delegado Geral da Polícia Civil, Paulo Cerqueira, que se comprometeu a intermediar uma reunião com o secretário de Planejamento e Gestão, o que não ocorreu. O impasse persiste, o que aumenta a insatisfação da categoria. Atualmente, Alagoas é o 24º estado que paga o menor piso do Brasil.

Veja a pauta de reivindicações dos policiais civis:

1 – Piso no valor de 60% da remuneração do delegado de Polícia de Alagoas;

2 – Pagamento retroativo das progressões;

3 - Implantação imediata de todas as progressões que estão no ATAGAB-SEGESP;

4 – Pagamento de risco de vida e de insalubridade;

5 – Vale transporte gratuito para a Capital e o interior de Alagoas;

6 – Correção do valor do adicional noturno;

7 – Correção da verba de alimentação;

8 – Revisão do Plano de Cargos, Carreira e Subsídios (PCCS);

9 – Retirada dos presos das delegacias;

10 – Fim do desvio de função (fim da custódia de preso);

11 – Paridade para os aposentados da Polícia Civil;

12 – Plano de Saúde mantido pelo Estado;

13 – Regulamentação da lei que institui o seguro de vida;

14 – Criação do Setor Médico e Psicossocial na Polícia Civil;

15 – Cursos de graduação e pós-graduação em áreas afins;

16 – Convocação da reserva técnica do concurso do último concurso da Polícia Civil – 2012;

17 – Criação do quadro administrativo da Polícia Civil e realização de concurso;

18 – Efetivação dos policiais civis sub judice 2001 e 2012;

19 – Kit completo para os policiais: pistola, colete, algemas, etc;

20 – Pagamento de direitos: diferença de 40%, URV, gatilho, trimestralidade;

21 – Concurso público da Polícia Civil periódico e regionalizado;

22 – Criação de critérios técnicos para funções gratificadas de cartório e de operações;

23 – Reestruturação da Academia de Polícia (prédio próprio, estante físico de tiros, quadro efetivo de professores, capacitação permanente, etc).

COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE