Deputado estadual Tarcizo Freire deixa PSD para ingressar no PP
17/03/2016 13:58 em POLÍTICA

.Foto: Assessoria

Senador Benedito de Lira diz que o deputado Tarcizo Freire é um líder político que fortalece o PP

Senador Benedito de Lira diz que o deputado Tarcizo Freire é um líder político que fortalece o PP

O troca-troca de partido continua no parlamento estadual alagoano. Ontem, quem deixou o PSD para se filiar ao Partido Progressista foi o deputado estadual Tarcizo Freire. O parlamentar foi a Brasília conversar com o senador Benedito de Lira, que é presidente do PP em Alagoas, e com o senador Ciro Nogueira, presidente nacional da legenda. A convite de Ciro Nogueira, o deputado estadual concordou em assinar a ficha de filiação que será protocolada na Justiça Eleitoral dentro do prazo de transferência de filiação partidária.

O senador Ciro Nogueira disse estar honrado em receber Tarcizo Freire no partido. Já o senador Benedito de Lira também falou sobre o ingresso de Tarcizo Freire, afirmando que o para o Partido Progressista, assim como qualquer outra agremiação, se sente muito fortalecido com a presença de um homem de extraordinárias qualidades como o deputado.

Segundo Benedito de Lira, Freire é um líder político muito comprometido com o desenvolvimento de Arapiraca, sua principal base política, sendo um reforço considerável para o próximo embate eleitoral na segunda maior cidade de Alagoas.

Tarcizo Freire já havia declarado ser pré-candidato a prefeito de Arapiraca. Ele  é um dos nomes fortes que irá disputar a eleição pelo Executivo de Arapiraca, contra a atual prefeita Célia Rocha (PMDB). O parlamentar está em seu primeiro mandato na Assembleia Legislativa Estadual (ALE).

A filiação de Tarcizo Freire também foi presenciada elo Deputado Federal Luis Fernando (PP-MG).

OUTRAS MUDANÇAS

Até o momento, mais de um terço do Parlamento Estadual Alagoano aproveitou a “janela partidária”, aberta até o próximo sábado, dia 19, para mudar de partido. A janela permite que políticos detentores de mandato mudem de sigla sem sofrerem punições por infidelidade.

Com isso, Sérgio Toledo, Severino Pessoa e Pastor João Luiz se filiaram ao PSC; Ronaldo Medeiros, Davi Davino Filho, Marquinhos Madeira e Thaíse Guedes foram para o PMDB; Marcos Barbosa fechou com o PRB; Tarcizo Freire se juntou ao PP; e Bruno Toledo foi para o Pros.

Com o final do prazo, novas mudanças poderão ocorrer, e isso certamente, definirá a conjuntura política nas eleições de outubro.

COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE