Plano de Gustavo Feijó de lançar filho não decola
28/03/2016 22:35 em POLÍTICA

Foto: Divulgação

Felipe Feijó

Felipe Feijó

Gustavo Feijó, o homem que está atrapalhado mais do que tudo para justificar uma maracutaia da CBF, que lhe repassou, em 2012, 600 mil reais para a sua campanha de prefeito em Boca da Mata, não logrou êxito até agora diante de seus planos para tentar empurrar o filho Felipe Feijó para ser candidato a prefeito em Anadia/AL.

Como forasteiro e até desconhecido na região, Feijó tentou negociar a possibilidade de unir o jovem filho para ser vice do candidato empresário Celino, este que desponta com grandes chances de se eleger prefeito. A proposta não avançou, pelo menos até agora, e ao que parece, Feijó velho resolveu tirar o time de campo lá em Anadia.  

Certamente Gustavo Feijó, que é dirigente da CBF para o Nordeste, achou mais viável deixar o filho na presidência da Federação Alagoana de Futebol, que é tido como seu “laranja”. Também pudera: todos os meses o Feijozinho mama simplesmente R$ 25 mil reais como “salário de ajuda”, proveniente da desmoralizada CBF, como diz o senador Romário. É que o órgão recentemente implantou esse tipo de “ajuda” a fim de atender todos os presidentes das federações estaduais, que formam a entidade nacional.

COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE