Renan Calheiros é favorável à permanência do PMDB
29/03/2016 10:59 em POLÍTICA

Foto: Geraldo Magela / Agência Senado

Renan Calheiros

Renan Calheiros

A crise enfrentada pelo governo Dilma Rousseff (PT) pode perder hoje um partido que tem sido um dos grandes aliados de seu governo: o PMDB. A decisão se deixa ou não a base governista deve ser anunciada pela cúpula do partido.

A reportagem procurou o presidente do partido em Alagoas, senador Renan Calheiros (PMDB), para saber qual seria o posicionamento da legenda quanto à saída da base aliada. E, segundo, a assessoria do parlamentar, o também presidente do Congresso Nacional, senador Renan Calheiros (PMDB), já havia dito que o partido precisa ter responsabilidade para não agravar a crise institucional do país.

“Eu sou presidente do Congresso Nacional, eu não substituo a direção do PMDB, mas eu acho que o partido tem que demonstrar a sua responsabilidade institucional. Se o PMDB sair do governo, e digo isso com autoridade de quem não participa do governo, isso significa o agravamento da crise; é uma responsabilidade indevida que o PMDB deverá assumir”, destacou o presidente.

Renan Calheiros diz ainda que é preciso cuidar do país, o que vai acontecer é um retrocesso inimaginável. Ainda de acordo com o senador, a democracia no Brasil é frágil, conforme pesquisa publicada recentemente. “Todos nós temos que fazer a nossa parte, cumprir o nosso papel, conversar com todo mundo e construir caminho”, apontou.

COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE