Em quatro meses, previdência de Alagoas registra déficit de mais 400 milhões
11/06/2019 19:57 em ESPORTES

O Alagoas Previdência, unidade que gere a Previdência Social no estado, acumula um déficit de R$ 408,91 milhões nos primeiros quatro meses de 2019. Os dados constam no Relatório Resumido da Execução Orçamentária (RREO) disponibilizado pela Secretaria da Fazenda de Alagoas.

Segundo o diretor-presidente do AL Previdência, Roberto Moisés, em 2018 a previdência dos servidores públicos do Estado de Alagoas fechou o ano com um rombo de 1,3 bilhão. O gestor diz que o déficit aumentou R$ 200 milhões, se comparado a 2017, e vai continuar crescendo, já que cerca de 20% dos servidores que estão na ativa atingiram os pré-requisitos para requerer aposentadoria.

 

No Brasil, somente três dos 24 estados têm previdência no azul nesse primeiro quadrimestre. O rombo nas contas das previdências estaduais soma mais de R$ 20 bilhões, uma alta de 15% na comparação com o mesmo período de 2018.

Segundo um relatório do Instituto Fiscal Independente (IFI), até 2060 as previdências estaduais devem registrar um déficit 4 vezes maior que o de 2013, caso nenhuma reforma seja realizada. "Esse déficit aumentaria 3,8% ao ano", diz o relatório.

A reforma da Previdência apresentada pelo governo federal está em tramitação no Congresso desde fevereiro. No último domingo (9), o deputado Samuel Moreira (PSDB-SP), relator da proposta, informou que apresentará, na quinta-feira (13), um relatório à comissão que analisa o tema. Um dos pontos mais discutidos é justamente a extensão da reforma aos estados e municípios.

COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE