Salário de US$ 450 mil de Amanda Nunes no UFC 250 revolta Cyborg
09/06/2020 13:52 em Mundo

A divulgação dos salários dos atletas que participaram do UFC 250, realizado no último sábado em Las Vegas (EUA), provocou uma reação descontente em uma lutadora que sequer esteve no octógono: Cris Cyborg. Diante do salário de US$ 450 mil (cerca de R$ 1,8 milhão) de Amanda Nunes, Cyborg manifestou-se mostrando incredulidade com o valor pago à ex-rival - foi derrotada pela Leoa e perdeu o cinturão peso-pena no UFC 232 em dezembro de 2018.

- Nunes merece receber US$ 1 milhão a cada luta. Espero que o total do que ela ganhar chegue a esse valor - disse Cyborg, que é a única pessoa a ter conquistado o "Grand Slam" do MMA, que consiste nos cinturões das quatro maiores organizações do esporte no mundo (UFC, Bellator, Strikeforce e Invicta FC).

 

O segundo maior salário do evento foi o do ex-campeão dos pesos-galos da organização, Cody Garbrandt. O americano embolsou US$ 260 mil pela vitória por nocaute sobre o brasileiro Raphael Assunção mais os US$ 50 mil por uma das quatro "Performances da Noite". Assunção ficou com US$ 96 mil. Outros dois brasileiros no evento, Jussier Formiga faturou US$ 49 mil, enquanto Herbert Burns levou para casa US$ 24 mil.

Confira todos os salários do UFC 250:

Amanda Nunes - US$ 450 mil

Felicia Spencer - US$ 125 mil

Raphael Assunção - US$ 79 mil

Cody Garbrandt - US$ 310 mil

Aljamain Sterling - US$ 202 mil

Cory Sandhagen - US$ 80 mil

Neil Magny - US$ 158 mil

Anthony Rocco Martin - US$ 48 mil

Sean O?Malley - US$ 130 mil

Eddie Wineland - US$ 46 mil

Chase Hooper - US$ 27 mil

Alex Caceres - US$ 116 mil

Gerald Meerschaert - US$ 33 mil

Ian Heinisch - US$ 80 mil

Cody Stamann - US$ 72 mil

Brian Kelleher - US$ 33 mil

Charles Byrd - US$ 12 mil

Maki Pitolo - US$ 20 mil

Jussier Formiga - US$ 49 mil

Alex Perez - US$ 130 mil

Alonzo Menifield - US$ 14 mil

Devin Clark - US$ 96 mil

Evan Dunham - US$ 60 mil

Herbert Burns - US$ 24 mil

 

UFC 250

6 de junho de 2020, em Las Vegas (EUA)

CARD PRINCIPAL:

Amanda Nunes venceu Felicia Spencer por decisão unânime (50-44, 50-44 e 50-45)

Cody Garbrandt venceu Raphael Assunção por nocaute aos 4m59s do R2

Aljamain Sterling venceu Cory Sandhagen por finalização a 1m28s do R1

Neil Magny venceu Anthony Rocco Martin por decisão unânime (30-27, 30-27 e 29-28)

Sean O'Malley venceu Eddie Wineland por nocaute a 1m54s do R1

CARD PRELIMINAR:

Alex Caceres venceu Chase Hooper por decisão unânime (triplo 30-27)

Ian Heinisch venceu Gerald Meerschaert por nocaute técnico a 1m14s do R1

Cody Stamann venceu Brian Kelleher por decisão unânime (triplo 30-27)

Maki Pitolo venceu Charles Byrd por nocaute técnico a 1m10s do R2

Alex Perez venceu Jussier Formiga por nocaute técnico aos 4m06s do R1

Devin Clark venceu Alonzo Menifield por decisão unânime (30-27, 29-28 e 29-28)

 

Herbert Burns venceu Evan Dunham por finalização a 1m20s do R1

COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE