Com 81 votos, chapa única vence eleições da AMA para biênios até 2024
11/01/2021 19:30 em POLÍTICA

Com 81 votos, a chapa composta pelos prefeitos Hugo Wanderley (MDB), de Cacimbinhas, e Sérgio Lira (Progressistas), de Maragogi, venceu a eleição da Associação dos Municípios Alagoanos (AMA) nesta segunda-feira (11). Eles serão presidente e vice-presidente da entidade, respectivamente, para o biênio 2021-2022.

No mesmo pleito, foi eleita a chapa que comandará a AMA para o biênio 2023-2024, composta por Rosiana Beltrão (Progressistas), prefeita de Feliz Deserto, e a prefeita Jeane Moura (MDB), de Senador Rui Palmeira. Presidente e vice-presidente respectivamente.

 

A votação começou na manhã desta segunda-feira. A eleição foi antecipada para que os novos gestores, empossados no dia 1º de janeiro, possam se integrar e participar das causas municipalistas. A ex-prefeita de Campo Alegre, Pauline Pereira, que é a segunda mulher a presidir a entidade, comandou o evento.

Pauline Pereira encerra o mandato no dia 25 de janeiro, quando transmite o cargo para Hugo Wanderley. "Apesar de um ano atípico por causa do coronavírus, tivemos muitas conquistas. Vou deixar a AMA com o projeto do Diário Oficial, que é oferecido gratuitamente aos municípios e consórcios, consolidado. No período de 2019/2020 ele gerou uma economia aos cofres públicos de R$11 milhões, valor referente a valores que os municípios pagariam pelas publicações se fossem feitas em outros diários eletrônicos", afirmou Pereira.

 

Neste ano, como é tradicional na Associação, os prefeitos reforçam a escolha de manter apenas uma chapa para o comando da entidade. A votação contou com a participação de gestores filiados. Hugo Wanderley, que já esteve à frente da AMA, disse planejar fortalecer ainda mais o trabalho do municipalismo por Alagoas. "A AMA mantém a tradição de unidade e união. Vamos continuar dialogando, a AMA só será forte se todos continuarem unidos", destacou Hugo Wanderley.

COMENTÁRIOS

PUBLICIDADE